Av. do Contorno, 7069 - Sala 1114
Belo Horizonte, MG 30110-060

relacionamento@belightestarbem.com.br

Tel: (31) 3275-0441

© 2018 por Flytools LTDA.

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone

Whatsapp: (31) 99224-0077

  • belightestarbem

Quem pode fazer jejum intermitente?

Aqueles que apresentarem determinadas patologias ou uma condição metabólica favorável ao jejum podem realizar este protocolo dietético




Neste caso, o nutricionista deve sempre se atentar aos pontos negativos do jejum levando em consideração todos os possíveis prejuízos ocasionados pelas adaptações fisiológicas causadas pelo jejum.

Antes de iniciar é necessário: observar sinais clínicos, interpretar exames e principalmente levar em conta o estilo de vida do indivíduo


Exemplo: Sabe-se que o jejum promove modificações orgânicas que favorecem à melhora da resistência periférica à insulina. Mas ao mesmo tempo, nos períodos de jejum ocorre aumento do cortisol, adrenalina, noradrenalina, gh e glucagon.


E ai, o que priorizar?


Excesso de cortisol além de aumentar a própria resistência à insulina promove aumento de ácidos graxos livres no sangue. Essa pessoa está preparada para direcionar estes ácidos graxos livres para o local correto?

Mais do que isso: estamos levando em conta que um dos males do nosso século é o estresse (cortisol)?


Independente do protocolo adotado o mais importante é sempre avaliar os prós e contras. O lado "mais pesado" da balança sempre deverá prevalecer.


Autor: Felipe Hahad

Nutricionista - CNR9-20076

15 visualizações