Serotonina e Alegria

A sensação de alegria e serotonina são absolutamente interdependentes. Uma não existe sem a outra. Tanto é assim que os tratamentos clássicos para depressão envolvem esse neurotransmissor, interferindo no seu ciclo natural dentro do cérebro. A grande questão é que esses medicamentos não atuam no cerne do problema, que é a falta de produção da serotonina. O que acontece é que 90% da serotonina é produzida pelos intestinos. O intestino é fundamental na formação da serotonina. A alegria e a inteligência emocional, de que tanto precisamos para viver bem, começam realmente a partir do intestino. Por isso só nos resta garantir a esse fantástico órgão matérias-primas de primeira qualidade, o que conseguimos com uma alimentação saudável. Ele, inteligentemente, se encarregará de garantir nossa saúde e felicidade.

E mais, a serotonina é a precursora da melatonina, hormônio produzido pela glândula pineal. A melatonina é também o antioxidante mais poderoso produzido pelo organismo. A serotonina e a melatonina têm uma relação de alternância. A primeira predomina quando o cérebro se encontra em estado de alerta e a segunda, nos períodos de sono. O que não se sabia até recentemente é que ambas são secretadas também pelas glândulas dos intestinos, e não apenas pela pineal. Esta dupla dinâmica aumenta a qualidade do sono, a sensação de bem-estar, o otimismo, o bom humor, a capacidade de atenção e de raciocínio. Tornando a vida muito mais prazerosa.
Cuide bem do seu intestino, sua saúde mental agradece.

Dr. Lupércio Farah
Nutricionista Doutor em Medicina Bioquímica
da Clínica Be Light Estar Bem