Óleo de Coco – Guerra sem Sentido

Atualmente, existe certa polêmica sobre o uso do óleo de coco na alimentação, mas os argumentos contra o uso são ultrapassados. A I Diretriz Sobre o Consumo de Gordura E Saúde Cardiovascular – publicada nos arquivos Brasileiros de Cardiologia por pesquisadores filiados à Sociedade Brasileira de Cardiologia, esclarece:

“Os ácidos graxos são classificados pelo comprimento da cadeia de carbono, por número de duplas ligações na cadeia de carbono e pela configuração das duplas ligações. Essas características químicas, associadas à quantidade de gordura ingerida na alimentação, são determinantes do efeito da ingestão dos ácidos graxos na concentração plasmática de colesterol e sua distribuição nas lipoproteínas“. O trabalho continua da seguinte forma. “Os ácidos graxos podem ser divididos em saturados e insaturados, além de colesterol. Os ácidos graxos saturados podem ser divididos em dois grupos: cadeia média (entre 8 e 12 átomos de carbono na cadeia) e cadeia longa (acima de 14 átomos de carbono). Após a absorção intestinal, os de cadeia média são transferidos para a circulação sanguínea e então transportados ligados à albumina, pela veia porta, diretamente para o fígado, onde são metabolizados, não sendo responsáveis pelo aumento do colesterol sérico.”

Essas são informações referentes ao acerto bioquímico da Sociedade Brasileira de Cardiologia. A favor do uso do óleo de coco, contam também os conhecimentos já divulgados pela Universidade de Saúde Publica de Harvard sobre a gordura saturada.

Leituras complementares

Outras leituras que podem enriquecer o debate são publicações científicas atuais sobre ácido láurico e sobre ácido caprílico; além de publicações sobre os transportadores de citrato mitocondrial e sua ação sobre NAD+ E NADPH; sobre regeneração de tecidos em forte injúria (fissura, ruptura ou erosão), destaque ainda para os conhecimentos sobre a o citocromo P450. A partir desses conhecimentos, a polêmica sobre o uso de óleo de coco pode ser solucionada de forma mais racional.

Dra. Patrícia Alves Soares

Especialista em Nutrição Biomolecular
Especialista em Nutracêuticos
Especialista em Oxidologia