Dores Articulares? Coma Cerejas!

As frutas silvestres são as grandes estrelas do momento, mas recentemente um trabalho apresentado sobre cerejas chamou minha atenção por sua capacidade de redução de dores articulares, e os resultados podem ser positivos com pequenas doses do suco puro natural: apenas 300 ml.

Cerejas – ou quaisquer outras frutas vermelhas, roxas ou azuis , como amoras, morangos , framboesas e uvas vermelhas – pode ajudar a reduzir a dor através da presença de um fitonutriente chamado ANTOCIANINA , que tem propriedades antioxidantes e antiinflamatórias. Um estudo de 2006, conduzido pelo Serviço de Pesquisa Agrícola, descobriu que cerejas podem combater a inflamação relacionada à artrite , doenças cardíacas e câncer. As antocianinas pode ajudar a aliviar a dor , neutralizando os radicais livres que contribuem para a inflamação e também bloqueando as enzimas que causam a inflamação do tecido. (Os radicais livres são moléculas instáveis que danificam as células do corpo . Antocianinas ajudam a neutralizar essas moléculas desta forma eles não podem causar mais danos) Alguns radicais livres são criados em nossos corpos através de processos metabólicos. Outras fontes incluem o fumo do cigarro , luz solar e a poluição do ar,  até mesmo o exercício intenso.

Pesquisas realizadas no Centro de Nutrição Humana da Universidade da Califórnia também comprovaram o efeito do suco de cereja natural na redução de cristais de urato, presentes no quadro clínico de dor articular na doença de Gota, o consumo de 200 g de cerejas orgânicas diariamente reduziu os cristais de urato significativamente no estudo realizado. Um estudo de 2011 publicado no American Journal of Clinical Nutrition descobriu que a ingestão de antocianinas pode ajudar a prevenir a hipertensão. E, em um relatório de 2006 publicado na Free Radical Research, os cientistas afirmam que as antocianinas “pode desempenhar um papel importante na promoção da saúde em termos de prevenção da obesidade, auxiliando na saúde cardiovascular, agindo como antiinflamatório e com efeitos  relevantes como agente anti-câncer.”

Acrescente este alimento de baixa caloria e altíssimo poder nutritivo na sua dieta!

Dra. Patrícia Alves Soares
Especialista em Nutrição Biomolecular
Especialista em Nutracêuticos
Especialista em Oxidologia