Calvície: É de arrancar os cabelos

Segundo a Academia Americana de Dermatologia, perdemos normalmente 50-100 fios de cabelo por dia. Isso pode parecer muito, mas é preciso lembrar que eles crescem novamente! No entanto, quando você não está vendo qualquer novo crescimento, então é geralmente um sinal de que você pode ter um problema com o seu cabelo. A perda de cabelo pode ser atribuída a uma variedade de diferentes questões, incluindo doenças, hereditariedade e medicamentos. Quando você está perdendo mais fios do que a média normal, e você não sabe a razão, então é uma boa ideia para fazer um check-up que inclui exames de sangue para verificar o que está acontecendo.

Mas como perceber se você está perdendo muito cabelo? Para começar, você vai notar mais fios soltos na sua roupa, no travesseiro, ao lavar o cabelo ou mesmo quando puxar de leve alguns fios e notar uma grande quantidade deles na sua mão. Há uma variedade de razões para a perda de cabelo, incluindo doenças auto-imunes, doenças graves, hormônios, estresse, má nutrição, medicamentos e falta de cuidados com os cabelos. Mesmo uma anestesia cirúrgica pode causar a perda de cabelo temporária. Infelizmente, nem todos os problemas de perda de cabelo são reversíveis. Existem algumas condições médicas que podem causar a perda permanente do cabelo. Por exemplo, a alopecia é uma dessas condições. Alopecia é uma doença auto-imune em que o sistema imunitário ataca os folículos capilares, o que pode levar à formação de cicatrizes e perda de cabelo permanente. Outras doenças auto-imunes tais como lúpus psoríase ou dermatite seborreica pode também ser uma causa. Na verdade, existem cerca de 30 doenças diferentes que podem causar a perda de cabelo, incluindo as condições da tireóide e anemia.

Se você tem notado mais queda de cabelo do que o normal, procure seu médico, faça exames e se você estiver saudável mas o cabelo continuar caindo, é hora de falar com sua Nutricionista!
Alguns alimentos trazem minerais e vitaminas que auxiliam na saúde capilar, vamos conhecer alguns destes alimentos:

Peixe, ovos e feijão
O cabelo é feito principalmente de proteínas e, portanto, faz sentido comer uma dieta rica em proteínas, se você está tentando manter o cabelo saudável. No entanto, comer um bife acada dia não vai ajudá-lo. Dietas ricas em gorduras irão resultar em aumento dos níveis de Dihidrotestosterona, que tem sido associada à perda de cabelo – bifes assim não estão entre os alimentos que previnem a perda de cabelo. Atenha-se as proteínas magras, como peixe (que tem uma infinidade de benefícios à saúde além de apenas manter o seu cabelo), frango, fígado, levedura de cerveja, queijos magros, ovos, amêndoas, feijão e iogurte. Leite de soja e tofu também são interessantes para adicionar à sua dieta, porque eles são ricos em proteínas e pobre em gorduras ruins além de combaterem a Dihidrotestosterona.

Passas de uva
O ferro tem um papel fundamental na hemoglobina de fabricamos, a parte do sangue que transporta o oxigênio para o seu órgãos e tecidos do corpo. Quando a hemoglobina está em um nível saudável, o oxigênio é adequadamente dispersado. Isto significa que seu couro cabeludo estará com um bom fluxo de sangue, o que vai estimular e promover o crescimento do cabelo. Adicionando mais ferro em sua dieta você está melhorando a saúde dos seus fios. Ovos,vegetais de folhas verdes, como couve, e grãos de cereais integrais são ricos em ferro. A vitamina C melhora a absorção do ferro, por isso frutas, como laranjas, morangos e limões devem estar na sua lista de compras dos alimentos que impedem a perda de cabelo.

Broto de feijão
Sílica pode não ser uma palavra que você ouve geralmente associado com a dieta (ou alimentos que previnem a perda de cabelo). Se você está tentando promover o crescimento do fio e prevenir a queda de cabelo, no entanto, sílica terá de estar no seu cardápio diario. O corpo usa sílica para ajudar a absorver vitaminas e minerais, se você não está consumindo sílica, comer adequadamente suas vitaminas pode não estar ajudando muito. Sílica pode ser encontrada em brotos de feijão e na pele de pepinos, pimentões vermelhos e verdes, e batatas. Lembre-se, quando você comer esses alimentos crus, você obtém maiores quantidades de sílica.

Frutos do mar
Muitos homens que sofrem de perda de cabelo podem ter deficiência de zinco. O zinco desempenha um papel chave em muitas das funções do corpo, de reprodução de células para o equilíbrio hormonal, e todas estas funções que afetam o crescimento do cabelo. Talvez o mais importante, zinco gerencia as glândulas que atribuem a seus folículos pilosos. Quando você for deficiente em zinco, estes folículos tornam-se fracos, fazendo com que fios começem a quebrar ou cair. Para combater este problema, aumentar o consumo de zinco em alimentos como aves, mexilhões, camarão, nozes e ostras.

Uma dieta equilibrada
Assim como a sua saúde irá se beneficiar de uma dieta equilibrada, assim também será a saúde do seu cabelo. Uma dieta rica em carboidratos refinados, doces, açúcar e farinha branca aceleram a conversão de testosterona em Dihidrotestosterona e o resultado é: queda de cabelo! Evite o açúcar diariamente e comece a se concentrar em alimentos que são ricos em proteínas, ferro, sílica e zinco, isso vai ajudar não só seu cabelo mas também sua saúde!

Dra. Patrícia Alves Soares
Especialista em Nutrição Biomolecular
Especialista em Nutracêuticos
Especialista em Oxidologia