Café reduz o risco de câncer de pele

Em um estudo publicado na Revista Câncer Research os pesquisadores Jiali Han, PhD e seus colegas relatam uma relação entre o aumento da ingestão de café e um menor risco de carcinoma basocelular, o tipo mais comum de câncer de pele.
Dr. Han e colegas analisaram dados de 112.897 de ums estudo americano, o Nurses Health Study e do estudo Health Professionals Follow-up. Ao longo de mais de 20 anos de observação, 22.786 homens e mulheres desenvolveram carcinoma basocelular. Os pesquisadores descobriram uma associação entre o maior consumo de café e um menor risco da doença. Enquanto uma associação similar foi observado para a ingestão de cafeína de qualquer origem, café descafeinado não apresentou esta ação protetora.
Os dados obtidos na pesquisa indicam que quanto maior o consumo de café com cafeína você consome, mais baixo seu risco de desenvolver carcinoma basocelular “, afirmou o Dr. Han, que é professor associado do Hospital Brigham and Women, a Harvard Medical School, em Boston e Harvard School of Public Health.

A notícia parece ser muito boa para aqueles que precisam de uma dose de caféina pela manhã ou durante o trabalho para conseguir ter mais energia, entretanto eu não recomendo aumentar a ingestão de café com base nesses dados sozinho. Apesar que outras pesquisas apontarem cada vez mais os efeitos positivos do café, o uso aumentado da caféina pode causar alterações como insonia, irritabilidade e retensão de líquido em algumas pessoas.
Moderação é a palavra da ordem eterna!

Dra. Patrícia Alves Soares
Especialista em Nutrição Biomolecular
Especialista em Nutracêuticos
Especialista em Oxidologia